Logística aplicada na destinação de resíduos

A logística aplicada na destinação dos resíduos orgânicos é um dos fatores importantes para o sucesso da destinação. O processo logístico bem gerido proporciona economia de espaço para acondicionamento dos resíduos, melhor qualidade do produto a ser recebido, agilidade no processamento e evita derramamentos e poluição do ambiente com os resíduos transportados.
Para uma análise do processo logístico temos que avaliar três grandes pontos
1. Equipamentos operacionais
2. Veículo transportador
3. Licenças e documentações
Equipamentos operacionais
Referente aos equipamentos operacionais, a empresa geradora deve avaliar como será feita a disposição dos resíduos, se serão armazenados em galpões ou em caçambas. As caçambas proporcionam ganho de espaço no armazém, facilidade na operação de coleta e não dependem de empilhadeiras, pois pode-se dispor os resíduos manualmente dentro delas. Existem vários modelos de caçambas, como as poliguindaste, roll-on/off e compactadoras. As dimensões variam de 5 m3 a 42 m3. A dimensão e o tipo de equipamento operacional variam de acordo com as necessidades de cada negócio.
No processo logístico para destinação de resíduos para coproduto, normalmente usa-se caçambas roll-on/off ou carretas baú. Isso se deve a facilidade de operação e melhor acondicionamento dos resíduos. As caçambas e baús deve estar limpo, secos, sem frestas, rasgos e furos, com fechamento que pode ser de lona ou chapa metálica. Esses pré-requisitos evitam degradação e contaminação microbiológica, proporcionam um produto de melhor qualidade e evitam derramamento em vias públicas.

Exemplo de caçamba roll-on/off de 32 m3

Veículo transportador

Existem diversos tipos e modelos de veículos para o transporte de resíduos, como por exemplo, cavalo mecânico acoplado a carreta, caminhão toco, caminhão Truck, caminhão Truck acoplado a julieta, entre outros.

Na destinação de resíduos para produção de coprodutos, normalmente usa-se caminhões Truck/ bitruck com equipamento roll-on/off acoplados a julieta (reboque) e carretas.

Deve-se avaliar alguns pontos básicos como limpeza do veículo, sinais de boa manutenção e conservação, ausência de vazamento de óleo, pneu em bons estados, entre outros pontos que evitem acidentes nas vias pública e dentro da unidade da empresa.

A presença de um kit de reparos contendo pá, vassoura, cones e pó de serra é um diferencial, o qual ajuda conter pequenas emergências e vazamentos de óleo.

Licenças e documentos

Os veículos devem estar com documentação em dia com o órgão de trânsito para realizarem a coleta dos resíduos.

Espera-se que as empresas tenham um plano de atendimento a emergências e seguro ambiental para transportar os resíduos para se proteger de possíveis passivos ambientais gerados em um acidente.

As cargas devem sempre estar acompanhadas de nota fiscal e do manifesto de transporte de resíduos – MTR emitido pelo sistema on-line SIGOR.

A Copave tem toda estrutura operacional contando com inúmeros caminhões, caçambas e julietas para atender nossos parceiros. Nossos motoristas são treinados para prestar o melhor serviço e nossos veículos passam por inspeções periódicas, assegurando o melhor tratamento para seu resíduo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.